Governador Jaques Wagner fala de planos para 2014 e avalia gestão: ‘2013 foi o ano mais difícil’

Faltou dinheiro e chuva para que Jaques Wagner terminasse 2013 com sorrisos. A seca e o déficit no caixa transformaram-se no peso maior do penúltimo ano do governador à frente do estado. Por outro lado, em 2014, Wagner diz que deseja sorrir com o desenvolvimento das obras de mobilidade na capital e com o Porto … Leia Mais


Bahia, Entrevistas, Política

Comentário(s)



Entrevista: “O Natal da Cidade é um patrimônio de Vitória da Conquista”, diz secretário municipal de cultura

Ailton Fernandes – Conversa de Balcão Estamos no início da décima sétima edição do Natal da Cidade, evento promovido pela prefeitura de Vitória da Conquista. Para aproveitar o momento, secretário municipal de cultura, Gildelson Felício, recebeu o Conversa de Balcão para falar sobre o evento. Gildelson está à frente da pasta desde 2005, mas ele … Leia Mais


Cultura, Entrevistas, Vitória da Conquista

Comentário(s)




Entrevista da Semana: Escritora Lêda Nova entrevista o ex-ministro da Educação, Ubirajara Brito

Literalmente impossível, por não caber neste trabalho, apontar o infindo curriculum vitae do brilhante UBIRAJARA PEREIRA DE BRITO – professor de Física do Colégio Estadual da Bahia; professor adjunto da Escola Politécnica da Bahia; professor de Geonuclear da Faculdade de Ciências de Orsay da Universidade de Paris; engenheiro civil; pesquisador; jornalista; conferencista; “Docteur d’État ès-Sciences Physiques” … Leia Mais


Entrevistas

Comentário(s)



Entrevista da Semana: Rudival Maturano – Coordenador Municipal de Juventude de Vitória da Conquista

Formado em direito pela Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR), Rudival Maturano, coordenador municipal de juventude de Vitória da Conquista, tem o desafio, desde o início do ano, de agregar uma das camadas da população mais complexas atualmente, os jovens. Em um bate papo esclarecedor, Rudival nos recebeu na sede da coordenação e falou sobre inúmeros … Leia Mais


Entrevistas, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Ex-líder do Engenheiros do Hawaii, Humberto Gessinger fala da expectativa para o Festival de Inverno 2013

Atração da sexta-feira, 23 de agosto, da 9ª edição do Festival de Inverno Bahia, Humberto Gessinger volta ao evento depois de sete anos. Na primeira vez, veio como vocalista da banda Engenheiros do Hawaii. Agora em carreira solo, Gessinger traz para Vitória da Conquista um show com canções de todas as fases de sua carreira.

‘A tour tem sido maravilhosa, tenho certeza que, em Vitória da Conquista, faremos juntos – banda e público – uma grande noite’

Em entrevista ao site oficial do FIB, Humberto Gessinger fala sobre CD novo, que vai ser lançado em agosto, o contato com os fãs através das redes sociais e a expectativa para o show no maior evento de música do interior do nordeste.

Festival de Inverno Bahia – Depois de tanto tempo de música, você se assume pela primeira vez em carreira solo. Quais são as características do Humberto solo, as mesmas do Humberto dos Engenheiros e da Pouca Vogal?

Humberto Gessinger – A essência é a mesma. Depois de 4 anos com o Pouca Vogal, volto ao baixo e ao formato power trio. É onde me sinto mais a vontade e foi como fiz a maior parte da história dos EngHaw. Resolvi assumir o nome solo pois não usei uma banda fixa no disco que gravei, convidei vários músicos que admiro, usei várias formações. Mas não houve ruptura na maneira como escrevo e toco, só amadurecimento.

(mais…)


Entrevistas

Comentário(s)



Entrevista da Semana: José Maria Caires e a tão falada licitação do novo aeroporto de Conquista

'A sociedade, mais uma vez, terá que pressionar'
‘A sociedade, mais uma vez, terá que pressionar’

Toda semana, sempre às segundas-feiras, o Blog do Rodrigo Ferraz vai contar com alguma personalidade que será entrevistada de forma descontraída e polêmica. O primeiro sabatinado é o empresário e presidente do movimento ‘Conquista Pode Voar Mais Alto’, José Maria Caires. A escolha partiu em virtude da polêmica que tomou conta da cidade após o adiamento da publicação do edital de licitação do novo aeroporto, por ‘tempo indeterminado’. O empresário fala sobre a ‘novela’ da obra, pretensões políticas, prejuízos causados pela falta de um aeroporto de grande porte e muito mais. Boa leitura:

Rodrigo Ferraz – No último fim de semana a cidade foi surpreendida com o adiamento da licitação do novo aeroporto. Fale com sinceridade, Zé, esse aeroporto sai?

José Maria Caires – Primeiro, eu acho que o aeroporto sai. A sociedade ficou estarrecida com essa notícia, pegou todo mundo de surpresa. Houve o aviso de licitação, que foi publicado no dia 18 de junho, no Diário Oficial, e nós até alertamos que todo o anexo do edital deveria estar pronto até dia 05 de junho, mas isso não aconteceu. Isso já é um erro, um vício, no ponto de vista legal, para o edital. Mas, foram colocados os anexos e as empresas que adquiriram esse edital começaram a questionar, se poderia fazer consórcio ou não, que tipo de material era utilizado na especificação, não estava muito claro. Então a gente tem algumas perguntas e respostas do presidente da comissão de licitação do DERBA. A última solicitação foi no dia 18 de julho, onde uma das pessoas perguntou quantas empresas eram possíveis de fazer consórcio. Também não estava claro no edital. Além disso, tinham outras especificações técnicas que deixavam dúvidas no edital. Por isso é que houve o comunicado no dia 29 de julho, publicado no Diário logo depois, de que o edital estava adiado por tempo indeterminado. A primeira coisa que a gente imaginou foi que, coincidentemente, aconteceram dois fatos: primeiro foi que o governo fez um corte de R$250 milhões no orçamento. E, através do Decreto, eliminou vários gastos. Nós imaginamos que o adiamento aconteceu em virtude disso, mas, a resposta do presidente da comissão de licitação, Roberto Barreto, é que a suspensão da licitação ocorreu devido a aspectos técnicos. A sociedade deve continuar cobrando o aeroporto, é uma obra importante.

(mais…)


Entrevistas

Comentário(s)