comercial ramos

abril 2014
D S T Q Q S S
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘Minha Vida’

Situação dos desabrigados do Minha Casa, Minha Vida no Miro Cairo: Prefeitura diz que já atendeu a população


parque logistico

DSC_0973

A situação dos desabrigados do projeto Minha Casa, Minha Vida do Bairro Miro Cairo segue indefinida. Desde a última semana, um grupo realiza uma série de protestos pelas ruas da cidade.

Na última terça-feira (28)  cerca de 60 famílias estão desabrigadas após uma ação da Justiça da Caixa Econômica Federal de reintegração de posse.

Os moradores também cobram da Prefeitura uma ação. Em nota, o poder público municipal diz que ‘acompanhou individualmente’ todas as famílias que invadiram as residências desde o ano passado.

Ainda na nota, a Prefeitura revela que, dos 76 atendidos, seis estão aptos para receber o benefício e estão sendo encaminhados para os próximos residenciais que serão entregues. Informa ainda que 23 ocupantes não possuíam cadastro no Programa, 34 tiveram o cadastro reprovado por não atenderem aos requisitos obrigatórios, estipulados pelo Governo Federal, e 13 cidadãos tem o cadastro regular, mas por terem o cadastro de 2013, não estão à frente dos cadastrados anteriormente.

“Após o cadastramento das famílias, a Prefeitura Municipal encaminha para a Caixa Econômica Federal a listagem dos nomes que podem ser aprovados ou não, conforme análise da Caixa”, finaliza a nota.

Moradores desabrigados do Bairro Miro Cairo protestam em frente a Prefeitura


cidade verde

DSC_0380

Na manhã de hoje (segunda-feira) um grupo de moradores desalojados do Minha Casa, Minha Vida do Bairro Miro Cairo voltaram a protestar. Desta vez a população realizou manifestação em frente a Prefeitura de Vitória da Conquista.

Com faixas e cartazes, os manifestantes cobraram uma solução do poder público municipal e da Caixa Econômica Federal.

Desde a semana passada cerca de 60 famílias estão desabrigadas após uma ação da Justiça da Caixa Econômica Federal de reintegração de posse.

DSC_0383

As residências foram ocupadas pelos manifestantes desde o fim do ano passado.

Moradores despejados do Miro Cairo vão passar a noite na agência da Caixa da Barão do Rio Branco

restaurante recanto

DSC_0031

Manifestantes que foram despejados das casas ocupadas do Minha Casa, Minha Vida no Bairro Miro Cairo seguem na agência da Caixa Econômica Federal da Praça Barão do Rio Branco.

Os moradores vão passar a noite na agência e esperam por uma solução nesta quarta-feira (29). A ocupação no banco teve início por volta das 20h de hoje (28).

Uma das líderes do movimento, Maria Luiza, denunciou o modo como foi feita a ação de despejo da Caixa, em parceria com Oficiais de Justiça e Polícia Militar.

DSC_0036

Além disso, ela revela que os móveis e eletrodomésticos levados pela equipe do banco ainda não foram encontrados pelo grupo de 60 famílias despejadas.

Em nota para a imprensa, a assessoria de comunicação da Caixa informou que os pertences dos ocupantes  serão levados para onde os donos quiserem.

“A Caixa esclarece que as unidades serão reparadas, se necessário, e redirecionadas para as famílias selecionadas pela prefeitura, de acordo com as regras do programa”, finaliza a nota.

Moradores despejados do Miro Cairo ocupam agência da Caixa Econômica na Praça Barão do Rio Branco

colegio opcao

DSC_0025

Na noite desta terça-feira (28) moradores que foram despejados do conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida do Bairro Miro Cairo ocuparam a agência da Caixa Econômica Federal da Praça Barão do Rio Branco em protesto.

O banco deu início na manhã de hoje a reintegração de posse, desocupando cerca de 60 casas que foram invadidas por manifestantes desde o fim do ano passado. As pessoas que realizaram as manifestações alegam que estão no cadastro do Minha Casa, Minha Vida há muito tempo e até hoje não foram contempladas.

Os ocupantes informaram a nossa reportagem que vão permanecer no prédio do banco até obterem uma resposta da Caixa.

Em nota enviada para a imprensa na tarde de hoje, a Caixa informou que está cumprindo uma ação autorizada pelo poder judiciário e cumprido pelos oficiais de justiça com o apoio das autoridades policiais. “A Caixa esclarece que as unidades serão reparadas, se necessário, e redirecionadas para as famílias selecionadas pela prefeitura, de acordo com as regras do programa”, finaliza a nota.

Ônibus deixam de circular no Bairro Miro Cairo

DSC_0969

Após o protesto que resultou em mais um incêndio de ônibus da Viação Vitória nos conjuntos habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, no Bairro Miro Cairo, todos os veículos que operam na localidade deixaram de circular.

A informação foi confirmada pelo sindicato dos rodoviários de Conquista.

“Precisamos preservar a vida e segurança de motoristas e cobradores das duas empresas da cidade. Os ônibus já pararam de circular por tempo indeterminado. Já estamos dando total assistência ao cobrador que ficou ferido durante o incêndio”, disse Álvaro Silva, presidente da categoria.

Comoção e tristeza na desocupação de casas invadidas no Bairro Miro Cairo

colegio opcao

DSC_0978

A manhã de hoje (terça-feira) foi de tristeza para 60 famílias que ocuparam residências do Minha Casa, Minha Vida desde o fim do ano passado no Bairro Miro Cairo, em Vitória da Conquista.

Cumprindo uma decisão da Justiça, a Caixa Econômica Federal deu início a reintegração de posse , juntamente com equipes da Polícia Militar e Oficiais de Justiça.

DSC_0976

Vários caminhões foram disponibilizados para que pudessem colocar móveis e aparelhos domésticos da comunidade.

DSC_0981

Vários moradores entraram em desespero. Amigos e familiares tiveram que conter as lágrimas de muitos. A operação deverá acontecer durante todo o dia.

DSC_0977

Conquista: Homem é morto a facadas e pauladas no Vila Bonita

unnamed

Na manhã de hoje (domingo) a polícia encontrou em um matagal do condomínio Vila Bonita, do Minha Casa, Minha Vida, o corpo de Walter Ferreira, 22 anos, morador do Bairro Guarani.

Segundo informações da polícia, a vítima foi morta a facadas e pauladas no condomínio. Walter tentou fugir, entrando em uma das residências, mas não resistiu e acabou vindo a óbito. O corpo foi levado pelos possíveis criminosos até um matagal.

Quatro pessoas podem estar envolvidas no homicídio.

O condomínio é o mesmo onde desapareceu o menino Maicon. O garoto não é visto há mais 1 ano e o caso continua com um ponto de interrogação.

Impasse no Minha Casa, Minha Vida no Miro Cairo: associação aguarda definição da Caixa

DSC_0409

O imbróglio envolvendo os ocupantes de residências do Minha Casa, Minha Vida no Bairro Miro Cairo e a Caixa Econômica Federal continua. Na semana passada os moradores informaram que dois caminhões chegaram a localidade  para iniciar a desocupação das casas invadidas, mas a ação foi abortada.

Em nota, a Caixa Econômica Federal informou que ‘já adotou as providências legais para a reintegração dos imóveis invadidos e aguarda cumprimento da decisão judicial’. A ocupação das residências teve início no fim do ano passado.

Segundo a presidente da associação de moradores dos Residenciais Flamboyant e Jacarandá, Maria Piedade, o momento é de aguardar para que as decisões sejam tomadas.

“Eu represento dois residenciais que fazem parte desses condomínios entregues recentemente. Sabemos que existem algumas casas ocupadas, mas acredito que a Caixa, Prefeitura e população vão chegar a um acordo. O fundamental é que ninguém fique prejudicado”, revela.

Minha Casa, Minha Vida no Miro Cairo: Caixa diz que vai aguardar cumprimento de decisão judicial

DSC_0344

O imbróglio envolvendo os ocupantes de residências do Minha Casa, Minha Vida no Bairro Miro Cairo e a Caixa Econômica Federal continua.

Na manhã de hoje (quinta-feira), segundo informações de moradores, dois caminhões chegaram na localidade para iniciar a desocupação das casas invadidas, mas a ação foi abortada.

Em nota, a Caixa Econômica Federal informou que ‘já adotou as providências legais para a reintegração dos imóveis invadidos e aguarda cumprimento da decisão judicial’.

Caixa tenta desocupar residências no Miro Cairo e moradores protestam

DSC_0352

Na manhã de hoje (quinta-feira) a Caixa Econômica Federal tentou dar início a desocupação de cerca de 40 imóveis ocupados do projeto Minha Casa, Minha Vida do Bairro Miro Cairo.

Percebendo a tentativa da ação, moradores dos condomínios iniciaram um protesto e repudiaram a ação. Segundo a Caixa Econômica, a ação foi suspensa, já que o banco federal temeu a possibilidade de ‘conflito’.

DSC_0353

Recentemente a Caixa escalou seguranças privados para tentar conter uma onda de invasões e depredações em imóveis. O clima ainda é tenso e de insegurança. Os moradores querem que os cadastros realizados sejam cumpridos para que possam morar nas casas de forma tranquila.

Três dos quatro condomínios do programa, entregues pela presidente Dilma Rousseff em outubro no Miro Cairo, passaram a ser alvo de invasões no final do ano passado.

DSC_0348

Os moradores informam que pelo menos 250 das 1.750 unidades estão vazias. Ao menos 50 das casas estavam invadidas no começo deste mês, segundo a Caixa.

Protesto no Minha Casa, Minha nos Campinhos: construtora diz que está acompanhando as demandas da população

fainor

DSC_0234

Moradores dos residenciais Campo e Campo Verde, dos conjuntos habitacionais do Minha Casa, Minha Vida do Bairro Campinhos iniciaram uma série de protestos que tiveram início na última segunda-feira (13). A manifestação ainda teve continuidade hoje (14).

Dentre as inúmeras reivindicações, a população reclama das condições estruturantes das casas. Segundo a comunidade, várias residências estão com rachaduras e problemas nos pisos e tetos.

Em nota, a construtora responsável pela obra, que foi entregue há cerca de três meses, se manifestou sobre o assunto.

Segundo o texto, a empresa revela que com relação as demandas de ordem social, referente aos pedidos por melhoria em educação, saúde, etc, apesar de não serem de responsabilidade desta empresa, têm sido acompanhadas pela mesma perante os órgãos competentes.

:: LEIA MAIS »

Moradores do Minha Casa, Minha Vida no Bairro Campinhos expõem as principais reivindicações

DSC_0298

Os moradores dos residenciais Minha Casa, Minha Vida do Bairro Campinhos estão na bronca. Desde ontem (segunda-feira) a população realiza protestos no intuito de chamar a atenção das autoridades.

Uma das líderes do movimento, a Patrícia Guimarães Feitosa, expõe as principais reivindicações da população das unidades habitacionais Campo e Campo Verde. Atualmente, nos condomínios, residem pouco mais de mil pessoas.

Ouça o desabafo da moradora:

Moradores do Minha Casa, Minha Vida do Bairro Campinhos voltam a protestar

restaurante recanto

DSC_0297

Na manhã de hoje (terça-feira) moradores dos residenciais Campo e Campo Verde do Minha Casa, Minha Vida do Bairro Campinhos voltaram a protestar em Vitória da Conquista.

DSC_0291

Os moradores alegam que as unidades habitacionais não têm uma infraestrutura adequada. Além disso, a população cobra a construção de escola e unidade de saúde, instalação de quebra-molas e melhorias na iluminação.

DSC_0292

Dezenas de moradores dos residenciais bloquearam a entrada do condomínio com queima de pneus e móveis velhos.

Em nota enviada para a nossa reportagem ontem (segunda-feira) a Prefeitura de Conquista se manifestou sobre o assunto.

Protesto no Bairro Campinhos: Prefeitura diz que tem buscado solucionar as demandas da população

fainor

DSC_0240

Na manhã de hoje (segunda-feira) moradores dos conjuntos habitacionais do Minha Casa, Minha Vida do Bairro Campinhos protestaram no intuito de cobrar da Prefeitura de Vitória da Conquista melhorias para a localidade. Quebra-molas, iluminação, transporte coletivo e construção de escola são algumas das reivindicações da comunidade dos residenciais Campo e Campo Verde.

Em nota oficial, a assessoria de comunicação do poder público municipal informa que tem mantido diálogo com a população no intuito de ouvir as demandas.

Leia a nota na íntegra:

“A Prefeitura de Vitória da Conquista informa que vem se reunindo constantemente com as comunidades dos residenciais do Minha Casa Minha Vida e com a Caixa Econômica Federal, buscando as soluções para as demandas apresentadas. Com relação aos residenciais Campo e Campo Verde, inclusive, foi promovida uma reunião na última semana para tratar de assuntos de interesse da comunidade.

:: LEIA MAIS »

Campinhos: moradores dos conjuntos Minha Casa, Minha Vida realizam protesto e cobram melhorias

DSC_0231

Na manhã de hoje (segunda-feira) moradores dos conjuntos habitacionais Campo e Campo Verde, no Bairro Campinhos, em Vitória da Conquista, realizaram um protesto na entrada dos condomínios.

A população queimou pneus e bloqueou parte do trecho da Avenida Jadiel Matos. Os moradores cobram melhorias na infraestrutura, como iluminação, transporte público, quebra-molas, escola, dentre tantas outras iniciativas.

DSC_0227Atualmente nos dois conjuntos residem aproximadamente mil pessoas. Além disso, a população alega que algumas casas estão com rachaduras. A expectativa é de que novos protestos sejam realizados durante a semana.

DSC_0234

A nossa reportagem entrou em contato com as assessorias de comunicação da Prefeitura e Caixa Econômica Federal. Ambos os órgãos devem enviar notas de esclarecimento ainda hoje .


Natural de Itapetinga, desde a minha adolescência pensei em trabalhar na área de comunicação. No ano de 2010 me formei em jornalismo pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), sempre atuando na área, através de sites, rádio, jornal impresso e assessorias de comunicação.

+ | Saiba mais


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia