Tragédia nacional: Empresário de PE e filho dele morrem durante tentativa de assalto a bancos; outros 3 parentes estão entre as vítimas fatais

Cinco pessoas de uma mesma família morreram em uma tentativa de assalto a bancos com reféns, que deixou 12 mortos após um tiroteio com a polícia em Milagres, que fica na Região do Cariri do Ceará.

A loja de informática da família, localizada no Centro de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, amanheceu fechada. O dono do local, João Batista Magalhães, de 46 anos, foi uma das vítimas da tentativa de assalto registrada na madrugada desta sexta-feira (7).

De acordo com familiares, João Batista tinha ido a Juazeiro do Norte, no Ceará, buscar três parentes que estavam vindo de São Paulo para passar os festejos de fim de ano em Pernambuco.

Quando João, que também estava com o filho, Vinícius, de 14 anos, voltava para Serra Talhada passou pelo local onde estava acontecendo a tentativa de assalto. Os criminosos tomaram o carro e fizeram o empresário, o adolescente e as três pessoas vindas de São Paulo de reféns, conforme informaram os familiares.

O prefeito de Milagres disse que a família foi sequestrada quando passou por um trecho interditado na rodovia BR-116, na altura da ponte sobre o riacho Tamanduá, e foi sequestrada. A quadrilha utilizou um caminhão para bloquear a via e parar o veículo das vítimas.

As cinco pessoas da mesma família morreram durante a troca de tiros entre a polícia e os criminosos. Os corpos das vítimas estão no Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro do Norte.

“Somos uma família muito unida. Estamos arrasados. A cidade está em choque. Tem pessoas que ainda estão sem acreditar”, falou à TV Asa Branca o cunhado da vítima, Tadeu Gama, que também destacou que as outras vítimas eram cunhada, irmão e sobrinho do empresário.

“Eu era amigo dele há muito tempo, desde a infância. O conheço como um cidadão de bem, a família toda é de bem. Para mim, ele estava no local errado e na hora errada. É lamentável”, disse o amigo da vítima, Iraquitan Pereira.



Brasil, Destaques, Polícia

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *