Antônio foi torturado e assassinado

Na madrugada deste domingo (2), um crime de extrema brutalidade chocou a comunidade de Guaratinga, no sul da Bahia. Antônio Neto Rocha Dias, um adolescente de 17 anos, foi executado a tiros, enquanto seu amigo, também de 17 anos, foi ferido a golpes de facão e deixado para morrer pelos criminosos.

O sobrevivente, gravemente ferido, foi encontrado ao lado do corpo de Antônio Neto no início da manhã por pessoas que passavam pelo local. Ele foi levado em estado grave para um hospital da região, onde relatou à polícia os eventos que levaram ao ataque.

De acordo com o adolescente ferido, ambos estavam em uma festa de aniversário de casamento dos avós, na zona rural de Guaratinga, quando foram abordados do lado de fora por quatro homens. Os criminosos os obrigaram a acompanhá-los até um local deserto, onde mais dois homens se juntaram ao grupo.

A polícia está investigando o caso para identificar os responsáveis e entender as motivações por trás do ataque. A brutalidade do crime abalou profundamente a comunidade, que clama por justiça e segurança.



Bahia, Destaques, Polícia

Comentário(s)