Órgãos de saúde alertam para necessidade de aumentar número de doadores de sangue

O mês de junho marca uma campanha de incentivo à doação de sangue. Instituída pelo Ministério da Saúde, em 2015, a ação busca aumentar o volume de bolsas de sangue nos hemocentros durante o período de férias escolares. Ainda assim, a doação de sangue vem sofrendo quedas drásticas no país. Segundo o Ministério, 2020 registrou uma diminuição na ordem de 20%, em comparação com o ano anterior. A queda se acentuou durante a pandemia. Nesta terça-feira, 14, Dia Internacional do Doador de Sangue, os estoques estaduais do Hemoba de sangue A- e O- estão em estado crítico.

Doador de sangue há bastante tempo, o deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB), defende mais campanhas de incentivo. “É um ato simples, mas com impactos muitos positivos e na vida de muita gente. Decidi ser doador de sangue há muito tempo e faço isso regularmente. Basta se organizar para esse ato super solidário. Não dói, é rápido, seguro. Procure um Hemoba mais perto de você e seja um doador de sangue”, orienta o parlamentar.

Fabrício lembra que a doação é necessária para repor o sangue de quem é submetido a grandes tratamentos e intervenções médicas, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias. Segundo órgãos de saúde, uma bolsa de sangue coletada pode salvar até quatro pessoas.

Em Vitória da Conquista, os interessados em doar sangue podem procura a unidade do Hemoba, na Avenida Filipinas, s/n, no bairro Felícia. Dúvidas podem ser retiradas pelo telefone (77) 3229-2445 ou e-mail [email protected] A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30.

Não mora em Conquista, mas quer doar? Procure uma das unidades do Hemoba espalhadas pela capital Salvador ou no interior: http://www.hemoba.ba.gov.br/pagina/view/21



Conquista, Destaques, Política, Saúde, Vitória da Conquista

Comentário(s)