Revista Gambiarra entrevista Pablo em Vitória da Conquista: “Arrocha é nada mais, nada menos que uma linha romântica que fala de amor”

Por A.J. Oliveira e Rafael Flores – Revista Gambiarra Fotos: Rafael Flores Há aproximadamente 15 anos em Candeias, no interior da Bahia e longe da indústria do Axé, um movimento musical com forte apelo popular  começava a criar forças. Era uma derivação das serestas, denominação utilizada para identificar as músicas românticas que faziam sucesso nas … Leia Mais


Bahia, Cultura, Entrevistas, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Eleição para reitor: TV Uesb e Uesb FM entrevistam os candidatos Itamar e Cândido

Nesta sexta-feira (04) a TV Uesb e Uesb FM finalizaram uma série de entrevistas com os candidatos a reitor e vice da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Na TV apenas o candidato a reitor concede entrevista. O jornalista Anselmo Vieira questionou o professor Itamar Aguiar sobre  projetos para alunos, professores e servidores da instituição. … Leia Mais


Educação, Entrevistas, Política, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Polentinha do Arrocha: ‘Criamos um novo segmento musical’

Por A.J. Oliveira – Revista Gambiarra Fotos: Rafael Flores – Revista Gambiarra http://revistagambiarra.com.br/site/ Tem bastante sentido comparar o Polentinha do Arrocha aos Mamonas Assassinas. Calma, puristas: melodicamente, as duas bandas realmente não têm nada a ver. Mas assim como a trupe liderada pelo vocalista Dinho, os cinco rapazes de Vitória da Conquista não se valem só da … Leia Mais


Bahia, Cultura, Entrevistas, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Entrada franca na Expoconquista: ‘Não conversamos sobre isso’, diz novo presidente da Coopmac

Uma onda de notícias surgiu na Expoconquista 2014 sobre a possibilidade de, ano próximo ano, não ser cobrado o acesso ao Parque de Exposições Teopompo de Almeida durante a festa. Logo quando tomou posse, na tarde de ontem (segunda-feira), o novo presidente da Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac), Jaymilton Gusmão Filho, comentou sobre o assunto. … Leia Mais


Economia, Entrevistas, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Jaymiltinho assume presidência da Coopmac na segunda-feira: ‘Vamos dar um choque de gestão’

Eleito presidente da Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac) no último dia 07 de março, o pecuarista Jaymilton Gusmão Filho, mais conhecido como Jaymiltinho, assume o comando da entidade na próxima segunda-feira (31), com um evento marcado para acontecer às 17h. Jaymiltinho vai ocupar a cadeira deixada pelo professor Claudionor Dutra, que sai da presidência da … Leia Mais


Entrevistas, Política, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Conquista: projeto ‘Cidades Digitais’ começa a funcionar em abril

parque logistico

DSC_0564

Nove municípios baianos foram selecionados pelo Ministério das Comunicações (MiniCom) para a primeira etapa do programa Cidades Digitais. A informação é do senador Walter Pinheiro (PT-BA), cujo mandato está envolvido na implantação do programa.

“O ministério instalou as redes de fibra óptica que interligam os órgãos públicos locais, capacitou os servidores municipais e vai disponibilizar aplicativos de governo eletrônico para as prefeituras, nas áreas financeira, tributária, de saúde e educação”, disse Pinheiro. Ainda de acordo com o parlamentar, a Bahia será o primeiro estado a inaugurar o programa no Brasil.

Os nove municípios baianos onde o programa será inaugurado são: Guanambi, Itaberaba, Itabuna, Juazeiro, Nilo Peçanha, Piraí do Norte, Uruçuca e Vitória da Conquista. As cidades foram selecionadas por meio de edital. Em 2012, o Ministério das Comunicações abriu a primeira seleção para o projeto-piloto, em que 80 municípios foram contemplados.

O objetivo do Cidades Digitais é modernizar a gestão, ampliar o acesso aos serviços públicos e promover o desenvolvimento dos municípios brasileiros por meio da tecnologia. Também serão ofertados pontos de acesso à internet para uso livre e gratuito em espaços públicos de grande circulação, como praças, parques e rodoviárias.


Bahia, Entrevistas, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Universidade Católica começa a funcionar em Conquista em abril; curso de medicina está nos planos

DSC_0063

Cumpre agenda em Vitória da Conquista durante todo o dia de hoje (quarta-feira) o vice-reitor da Universidade Católica (UCSAL), José Menezes. Pela manhã o professor teve uma audiência com o prefeito em exercício, Joás Meira (PSB).

Em entrevista a nossa reportagem, o vice-reitor da instituição revela que a universidade começa a funcionar na maior cidade do Sudoeste baiano a partir do próximo mês com vários cursos de pós-graduação na área de Direito.

As instalações, pelo menos por enquanto, vão funcionar no antigo Politécnico Boock, no Bairro Candeias. O professor ainda falou sobre a possibilidade de implantação do curso de medicina.

“Temos esse projeto em mente e acredito que em 2015 já estaremos oferecendo os cursos de graduação chamados tradicionais, como Direito, Serviço Social e medicina, é claro, está no nosso plano”.

Ouça a entrevista na íntegra:


Educação, Entrevistas, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)





Ticolô fala sobre Expoconquista, novidades do evento e deseja boa sorte para Jaymiltinho

restaurante recanto

DSC_0777

Começa na próxima sexta-feira (21), a partir das 19h, mais uma edição da Expoconquista, um dos principais eventos do interior baiano. A iniciativa também marca a despedida de Claudionor Dutra a frente da Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac), entidade que realiza o evento.

Em um bate papo com a nossa reportagem na manha de ontem (14) Ticolô, como é conhecido pelos amigos, falou sobre as novidades do evento e desejou boa sorte para Jaymilton Gusmão Filho, o Jaymiltinho, que assume a presidência da Coopmac logo após o fim da Expoconquista, no dia 1º de abril.

Ouça a entrevista na íntegra:


Bahia, Economia, Entrevistas, Política, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)




Caetanos: presidente da Câmara fala das dificuldades do município e apoios para 2014


haras

DSC_0440

De passagem por Vitória da Conquista na manhã desta quarta-feira (05) o presidente da Câmara de Vereadores do município de Caetanos, Enio Dias (PSL), bateu um papo com a reportagem do Blog do Rodrigo Ferraz.

O parlamentar revelou que a cidade passa por sérias dificuldades, principalmente na questão da educação. Dias ainda relembra que no ano passado foi realizada na Câmara uma audiência pública para debater o assunto, mas após o encontro ‘pouca coisa mudou’.

Ainda na entrevista o vereador fala das articulações para as eleições de 2014. “Para a Câmara Federal devemos marchar com Luis Argôlo ou o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano. Na Assembleia Legislativa as conversas estão adiantadas para apoiarmos o deputado Jean Fabrício, mas ainda não batemos o martelo”.

Ouça a entrevista na íntegra:


Entrevistas, Política, Sudoeste

Comentário(s)




Deputado Fabrício faz balanço do mandato nas rádios Brasil FM e Transamérica

DSCF7348

O deputado estadual Jean Fabrício (PC do B) concedeu entrevistas as rádios de Vitória da Conquista, Brasil FM e Transamérica, respectivamente nos programas Conquista Meio Dia e Transnotícias.

Durante as conversas, o parlamentar aproveitou para fazer um balanço do seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa da Bahia.

“Especialmente para a nossa cidade temos algumas conquistas, como o início das obras do novo aeroporto, o sistema de esgotamento sanitário, dando fim ao ‘pinicão’, a adutora do Rio Catolé , as articulações em torno da criação da Universidade Federal e muito mais”.

DSCF7363

O deputado esteve acompanhado dos vereadores Andreson Ribeiro (PC do B), Nelson de Vivi (PC do B), Álvaro Pithon (DEM) e Hermínio Oliveira (Solidariedade). Fotos: Luiz Augusto


Entrevistas, Política, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Presidente do Serrano fala sobre a classificação do time para a Copa do Nordeste

haras residence

DSC_0997

O time do Serrano terminou a primeira fase do Campeonato Baiano em 1º lugar. O feito levou o rubro-verde a classificação da Copa do Nordeste de 2015. Mesmo com a derrota na estreia da nova fase do estadual por 4 a 1 para o Vitória, o presidente do clube, Antônio Cabral, revela que o resultado ‘não refletiu o que foi o jogo’.

Ainda em entrevista concedida a nossa reportagem na noite de ontem (quarta-feira) o dirigente comentou sobre o fato do Serrano mandar os seus jogos na cidade de Teixeira de Freitas.

“Isso é importante comentar. O time principal está lá, mas toda a base da equipe continua em Vitória da Conquista. Aqui mantemos os times sub-16, sub-17 e o sub-20 que vão começar a disputar competições. O fato do time principal estar em Teixeira de Freitas é uma fase, isso é um projeto que criamos, porque queremos formar novos jogadores, novos craques. E esse trabalho está sendo realizado em Conquista com profissionais capacitados e que tem desenvolvido a  nossa ideia sobre futebol”, disse.

O próximo compromisso do Serrano no Campeonato Baiano é contra o Galícia, em Salvador, no próximo sábado (15), às 17h.


Bahia, Entrevistas, Esporte, Vitória da Conquista

Comentário(s)



Blog do Rodrigo Ferraz entrevista Murilo Gun: ‘Não gosto de ter essa obrigação de ser engraçado toda hora’


parque logistico

Um dos principais nomes do stand up comedy do país, Murilo Gun, esteve em Vitória da Conquista nesta sexta-feira (08) para realizar três palestras show para os estudantes da Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR). Logo após a maratona, o comediante recebeu a nossa reportagem para um bate papo super bacana sobre a sua carreira e como tem sido esse novo momento profissional da sua trajetória: ser palestrante. Confira a entrevista na íntegra realizada pela jornalista Bia Brito com fotos de Rodrigo Ferraz:

DSC_0802

Blog do Rodrigo Ferraz – Essa é uma proposta diferenciada do stand-up tradicional. Fala um pouco sobre esse processo de criação, de ter um tema  e um público específico, criando um texto a partir disso.

Murilo Gun – Olha, eu adoro fazer isso, eu tenho tesão em fazer essas coisas, ficar analisando o público. É um trabalho meio que de marketing e publicidade. Você analisar o público-alvo e pensar na estratégia. Eu tenho um repertório de textos de stand-up que eu faço em shows por aí. Muitas vezes, do próprio repertório que eu tenho, eu já encaixo. Existem piadas que eu sei que funcionam e que eu vejo que se adequam ao público. Misturo aquelas que eu já tenho garantidas e encaixo com as que crio, atendendo a demanda, apesar que, quando você vai fazer um show por exemplo, para uma platéia de contadores, não é bom fazer piada de contadores o tempo todo. Basta fazer 5 minutos de contadores. Eles querem ouvir sobre o cotidiano, eles são pessoas também. Na verdade eu tenho todo meu repertório de textos diversos sempre disponível para trabalhar.

BRF – Então é bom sempre dosar um pouco…

MG – Até porque humor é um processo de tentativa e erro. Se juntar os 10 maiores comediantes do mundo em uma mesa,para criar piadas, eles não conseguem chegar a um consenso e decidir quais são as piadas que vão funcionar. A única forma de saber é testando. É arriscado você chegar a um evento e vir com tudo improvisado. Precisa ter uma segurança, uma base de repertório para garantir o show.

DSC_0786

BRF – Você falou em tentativa e erro eu lembrei da sua web série que tem esse nome, que é justamente isso, mostra os bastidores de como funciona o processo criativo. E tem muita influência do público. Como é que funciona isso para você, no palco, e também durante esse processo de construção?

MG – Cada lugar o público varia. E é difícil julgar se a piada é boa ou ruim, se ela funcionou naquele público. Na série eu mostro cada piada testada uma vez, mas depois daquilo aquela piada passa por uma bateria de testes, com plateias diversas, até consolidar e fazer com que o texto funcione. O texto pode funcionar naquele dia porque eu falei de um jeito específico ou porque a plateia tem um perfil específico. Você precisa de muito tempo para poder dominar o texto e saber o quanto ele funciona em qualquer plateia ou apenas para um público específico.

BRF – E esse texto que já é preparado para uma plateia específica. Funciona melhor? Você acha que é mais eficaz?

MG – Eu sou um humorista meio científico. Tudo meu é certinho. Eu faço por improviso. Se você pegar o espetáculo inteiro e ver a proporção de improviso, é pouco perante o total. Grande parte do espetáculo é um roteiro em que eu já planejo várias opções de caminho de acordo com a resposta do público. De acordo com o comportamento da plateia eu sigo caminhos diferentes.

DSC_0756

BRF – É mais fácil assim ou não?

MG – É mais fácil pra mim porque é meu jeito. Para outra pessoa é mais fácil de outro jeito. É um método que eu criei pra fazer o meu trabalho. Tem gente que não tem método e faz melhor ainda, entendeu? Na verdade cada um tem seu estilo. Algumas coisas surgem na hora, mas eu tento sempre criar metodologia de tudo que eu faço.

BRF – Essa  receptividade aqui em Vitória da Conquista, para você, como é que foi? O que você achou dessa maratona?

MG – Foi a primeira vez que eu fiz assim, três espetáculos em um dia só, já tinha feito dois no mesmo dia, foi cansativo, mas foi ótimo. Foi interessante para minha análise porque é a mesma cidade, a mesma faculdade, os mesmos alunos, apenas com a variação de turno. Eu pude tirar conclusões internas minhas sobre o que varia o sol, a influência do sol nas coisas, entendeu? As minhas análises de processo criativo foram muito relevantes.

DSC_0790

BRF – Deu pra fazer uma pesquisa empírica? Como é que funciona?

MG – Muita! À noite eu já sabia que ia ser melhor. A escuridão combina mais com o humor, a quantidade de pessoas influencia também. Foi legal para mim, uma experiência interessante.

BRF – E da cidade? Você conseguiu observar um pouco? Já trouxe também piadas sobre a cidade?

MG – Eu sempre quando chego já peço para dar um rolé para poder ‘pescar’ alguma coisa, converso com o motorista, funcionário do hotel, algumas pessoas para poder conseguir informações que ajudem na hora.

(mais…)


Bahia, Brasil, Educação, Entrevistas, Vitória da Conquista

Comentário(s)