Conquista: Assustador! Delegacia da Mulher registra números altíssimos de violência doméstica

O dia 25 de novembro também é marcado como o Dia Nacional de Combate à Violência Contra a Mulher. Em Vitória da Conquista, por exemplo, os dados desse tipo de crime são preocupantes: Segundo a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM), de janeiro até novembro deste ano, foram registrados 1.715 boletins de ocorrência, e mais de 1.500 inquéritos foram abertos até o momento. E impressiona saber que esses números, segundo a DEAM, representam apenas cerca de 20% da realidade.

No município de Vitória da Conquista existe uma rede para atender mulheres vítimas de violência. O Centro de Referência Albertina Vasconcelos (CRAV) oferece uma série de atendimentos especializados para as mulheres. Somente neste ano foram cerca de 1.300 atendimentos.

Durante muito tempo, a violência contra a mulher foi inviabilizada devido à resistência na intervenção por ser considerada “problema de família e de casal” e, como consequência, as mulheres foram reduzidas ao silêncio. Por isso, este ano a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes), escolheu o tema #medeixefalar que remete à ruptura do silêncio imposto às mulheres. A programação começa nesta terça-feira (23) e encerra no dia 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos.



Conquista, Destaques, Polícia, Vitória da Conquista

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *