Lançamento de Frente Mista do Livro

Lançada nesta terça-feira (10), em ato realizado no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista em defesa do Livro, da Leitura e da Escrita, ressurge marcando uma forte reação à ameaça do retorno da censura, segundo classificaram todos os pronunciamentos da solenidade. De caráter suprapartidário, a Frente é presidida pela deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL/RS) e o senador Jean Paul Prates (PT/RN) e tem na vice-presidência o deputado Waldenor Pereira (PT /BA) e a senadora Leila Barros (PSB-DF). Também conta com apoio de mais de 200 parlamentares do Senado e da Câmara.


Durante o lançamento, os parlamentares fizeram a leitura do Manifesto Contra a Censura na Bienal do Livro do Rio de Janeiro e classificaram como “abominável” a tentativa de instalar “a censura à liberdade artística e de expressão no país”. O primeiro a usar o termo foi o vice-presidente, Waldenor Pereira, num veemente protesto que configurou o seu discurso.  “Estão retirando do armário o que há de pior e mais abominável: a intolerância com os negros e comunidades LGBT, a discriminação contra as mulheres, o índios e os pobres. Portanto, essa Frente se reverte numa importância ainda maior, porque além de seus objetivos de incentivar a leitura, formar leitores e fortalecer o sistema nacional de bibliotecas, constitui-se num importante instrumento de resistência democrática”, bradou.


Waldenor Pereira recorreu ao poeta baiano, Castro Alves, para abrir o seu discurso, citando a célebre frase “Bendito aquele que semeia livros e faz o povo pensar”, quando falou também da preocupação e das ações do seu mandato com a leitura. Lembrou que foi o relator do projeto de lei da senadora Fátima Bezerra, que institui a Política Nacional da Leitura e da Escrita, como também falou do apoio que tem dado a eventos (feiras e festas) literários realizados em municípios baianos, tais como Ibiassucê, Jequié, Caetité e, especialmente Mucugê, onde promove a Fligê, que já se consolidou como uma das mais importantes feiras do estado. E fez um destaque para o apoio que ex-deputado Jean Wyllys vem dando à Fligê, através de emenda parlamentar e participação como escritor e debatedor.

O deputado conclamou os representantes das cerca de 50 entidades, associações e organizações da sociedade civil, presentes no evento, a participarem das audiências públicas e debates que serão realizados pela Frente Parlamentar Mista do Livro, da Leitura e da Escrita. Segundo Waldenor, a Frente vai ter muito trabalho, a começar pelo acompanhamento de mais de 100 de propostas que tramitam no Congresso, todas tratando do livro, da leitura, da literatura e da escrita.

O concorrido lançamento teve entre as presenças de deputados e senadores dos diversos partidos que compõem a Frente Mista., os presidentes das comissões da Câmara de Deputados, Benedita da Silva (Cultura) e Pedro Cunha Lima (Educação).



Bahia, Brasil, Destaques, Política

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *