Jovem que teve couro cabeludo arrancado vai para UTI após nova cirurgia

A jovem de 19 anos que teve o couro cabeludo arrancado em um acidente de kart em Recife (PE)foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Restauração depois de passar por uma nova cirurgia. Débora Stefanny Dantas de Oliveira teve o couro cabeludo reimplantado e depois disso apresentou trombos, precisando por isso de nova intervenção. Segundo boletim médico divulgado nesta quarta-feira (14), ela tem quadro considerado estável.

O acidente aconteceu no domingo (11), na pista de kart de Boa Viagem. O namorado ajudou a resgatar Débora. “Eu peguei o rosto da minha namorada na minha mão, botei em uma sacola e corri”, contou Eduardo Tumajan.

Os médicos conseguiram recuperar e reimplantar 80% do couro cabeludo de Débora. Por conta dos trombos, cóagulos formados em pequenas artérias, ela passou por um novo procedimento – ambos na terça (13).

No boletim divulgado hoje, o hospital diz que a equipe médica não afasta a possibilidade de novos trombos surgirem, nem da perda do reimplante, o que exigiria “outros procedimentos restauradores”. Débora foi levada para UTI para receber “cuidados clínicos mais preservados”, diz o texto.

Acidente
Débora andava de kart quando o cabelo soltou e ficou preso ao motor. A situação fez com que a pele fosse arrancada da testa até a nuca da jovem, segundo o tio, Douglas Nascimento.

O namorado de Débora estava também andando de kart e percebeu o acidente. Ele desceu do carro em que estava para socorrer a jovem, levando-a com a ajuda de outra pessoa para o hospital. Eles também levaram o cabelo e couro cabeludo dela, o que permitiu a recuperação e reimplante, em operação que durou mais de cinco horas.

A sogra de Débora, Andréa Tumajan, registrou boletim na Delegacia de Boa Viagem, afirmando que a jovem não recebeu socorro no cartódromo. Um vídeo mostra a garota pouco antes do acidente, dirigindo o primeiro kart a aparecer.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. A pista foi interditada na segunda-feira e passou por uma perícia que durou três horas.



Brasil, Destaques

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *