Advogado de pastor acusado de homofobia contra Mãe de Santo, em Conquista, diz que tudo é glamorização

 

O advogado Jean Ricardo Gusmão Vieira, responsável pela defesa do pastor Wellington da Silva, acusado de racismo, intolerância religiosa e homofobia pela Yalorixá Rosilene dos Santos Santana Sousa, 45 anos, conhecida como Mãe Rosa, publicou em seu perfil no Facebook que o episódio não passa de glamorização de parte da comunidade LGBTQ+. O caso aconteceu no dia 30 de junho, um domingo, em Vitória da Conquista.

O advogado entrou em contato com a nossa reportagem pedindo espaço em defesa do pastor, que foi acusado pela mãe de santo de agressão, conforme matéria publicada no Blog do Rodrigo Ferraz.

De acordo com o advogado Jean Ricardo, o caso sequer foi objeto de início de persecução criminal, ou seja não teria sido aberto inquérito, que é a fase anterior à ação penal. Com informações do Blog de Giorlando Lima



Conquista, Destaques, Vitória da Conquista

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *