Conquista: Ministério das Cidades autoriza início da construção da Barragem de Catolé

O Ministério das Cidades informou à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), na manhã desta terça-feira (08), que a Autorização de Início de Objeto (AIO), documento que permite a construção da Barragem de Catolé, está liberada. O empreendimento, a ser construído pela Empresa Baiana de Saneamento e Águas (Embasa), vai beneficiar cerca de 350 mil habitantes de Vitória da Conquista e região. Serão investidos R$ 166,8 milhões na construção.

A previsão de conclusão da obra, após iniciada, é de 33 meses. A barragem ficará a jusante da confluência do Rio Catolé com o Ribeirão Água Fria, formando o Rio Catolé Grande. “Esta obra é de extrema importância para a região de Vitória da Conquista e vai trazer segurança hídrica para toda a região. Por isso, o governador Rui Costa tem se empenhado e exigido da Sihs e da Embasa todos os esforços para o alcance desta meta”, afirma o secretário da Sihs, Cássio Peixoto.

A bacia hidrográfica vai ocupar uma área de 761,20 quilômetros quadrados, com altura de 53 metros. A barragem terá extensão de 347 metros com largura do vertedouro de 55 metros, volume máximo normal de 23,73 hectômetros cúbicos (hm3) e vazão regularizada (100% garantida) de 670 litros por segundo.

Entre os municípios e localidades beneficiados estão Campinhos; Pé de Serra; Bate Pé; Iguá; Pradoso; Pé de Galinha; Cercadinho; São João da Vitória; Dantilândia; Tabatinga I e II; Choça; Veredinha; Inhobim; Cabeceira da Jibóia; Farinha Molhada I e II; Assentamento Casulo; Quatis do Fumaça; Batuquinho; Chácaras Guarany; Lagoa de Zé Luis; Lagoa do Torquato; Vereda; Tabuleiro da Baiana; Cabaceira; Vereda Grande; Lagoa do Boi; Corta-Lote; Distrito de Campo Formoso; Poço Verde; Vila Verde; Pau Ferro II; Barrocas; Assentamento Santa Marta; e Cachoeira das Araras.

São Joaquim II; Estiva; Laranjeiras; São Domingos; Pedra Branca; Tapirema; Formosa; Cafezal; Posto Fiscal; povoados de Tigre e Caiçara; Tremedal (sede); Grama; Tamanduá; Povoado do Capim e Carlos Muller; Belo Campo (sede); Ouriçanga; Mandacaru; Pau de Espinho; e Lagoa Suja também compõem a lista de localidades beneficiadas com a Barragem de Catolé.



Conquista, Destaques, Política, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *