Conquista: Prefeitura recebe Sinduscon e estreita diálogo com segmento da construção civil

Na manhã desta quinta-feira (09), o prefeito Herzem Gusmão e membros do secretariado municipal receberam representantes do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon – BA). O encontro teve como objetivo estreitar o diálogo entre as instituições, além de permitir a troca de experiências, discussões acerca de necessidades e projetos de parceria.

“No momento, nós estamos elaborando o PDDU, Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, que é o eixo principal, o plano mãe. E daí a gente tira o Plano de Saneamento, de Mobilidade Urbana, de Meio Ambiente, de Mineração. E, portanto, no momento em que nós iniciamos os trabalhos, é importante essa interação”, afirma o prefeito Herzem Gusmão, sobre a importância de compartilhar essas informações com o Sinduscon.

Na ocasião, o Sindicato também expôs para a Prefeitura algumas demandas do segmento da construção civil. “Agilizar os procedimentos que possam antecipar o início de obras, gerando empregos, para que o setor volte a ter a participação dentro da economia do município que sempre teve”, exemplifica o presidente do Sinduscon – BA, que também é presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Cláudio Henrique Passos.

“Eles falaram, mostraram dificuldades, e nós estamos trabalhando para avançar e modernizar, como criar um SAC, pra simplificar a liberação de alvarás”, revela o prefeito Herzem, mostrando a disponibilidade do Governo Municipal em buscar alternativas para auxiliar a realidade do segmento.

O delegado do Sinduscon – BA em Vitória da Conquista, Luciano Bomfim, avaliou positivamente o encontro. “Foi mais uma troca de experiências de ambos os lados, para ver o que um pode fazer para ajudar o outro. E também uma colocação do que cada um está pretendendo em termos de futuro, de novos projetos, seja da Prefeitura, seja do empresariado da construção civil”, declara.



Conquista, Destaques, Economia, Política, Vitória da Conquista

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *