Conquista: Populares estão vendendo senhas nas filas do cadastramento biométrico de eleitores; ouça a entrevista

O Tribunal Regional Eleitoral de Vitória da Conquista recebeu denúncias para investigar venda de senhas para atendimento nos postos de cadastramento biométrico na sede da justiça eleitoral e no Centro Cultural Glauber Rocha. Nos últimos dias, com o prazo quase no fim, lonas filas começaram a se formar nos dois espaços.

O TRE informa que esta prática é ilegal e que a distribuição de senhas acontece para melhor organizar o fluxo e para adaptar o número de atendimentos à capacidade diária da Justiça Eleitoral.

Em entrevista concedida ao repórter Ricardo Gordo, do programa Redação Brasil, o juiz eleitoral, Wander Cleuber, falou das denúncias que chegaram a justiça e detalhou um verdadeiro mutirão montado para esse cadastramento.

Apenas servidores da Justiça Eleitoral, ou terceirizados à serviço da Justiça Eleitoral podem distribuir senhas. Os eleitores que forem abordados por pessoas tentando vender senhas, devem acionar a polícia imediatamente e, se possível, registrar imagens da pessoa que o abordou.

Sobre a possibilidade de funcionamento aos sábados nessa reta final, o juiz disse que falta ‘material humano’ para realizar essa iniciativa.

Ouça a entrevista na íntegra:



Conquista, Destaques, Entrevistas, Política, Vitória da Conquista

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *