Chapada Diamantina: Música, literatura e arte marcam a Fligê

A pequena Mucugê na Chapada Diamantina está em festa desde a última quinta-feira (10), quando iniciou a 2ª edição da Fligê – Feira Literária de Mucugê.

A noite de abertura, que foi embalada pela literatura do homenageado deste ano, o autor Euclídes da Cunha, e a sua maior obra Os Sertões, também foi abrilhantada pela música, pela poesia e pelas artes plásticas.

No evento inaugural, ocorrido no Centro de Cultura, representantes políticos da região e do município, além de professores, escritores e artistas fizeram-se presentes.

O deputado federal Waldenor Pereira, um dos apoiadores e idealizadores do evento destacou a importância da valorização da Cultura no atual momento vivido pelo País: “A Cultura deve ser a nossa arma contra os retrocessos que tomam de golpe o Brasil”.

Participaram também da abertura o deputado estadual Zé Raimundo, o prefeito da cidade de Mucugê Cláudio Manoel Luz, o reitor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Paulo Roberto Pinto, o secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, o vereador Geovani Viana do Instituto Incluso, a curadora da Feira Ester Figueiredo e a coordenadora pedagógica da Fligê Lana Sheila.

Ainda prestigiaram a noite de estréia o cineasta e artista plástico Chico Liberato, a cineasta Alba Liberato, a atriz Ingra Lyberato, os autores Sérgio São Bernardo, Lilia Meneguci, Zé Walter, professor é advogado Ruy Medeiros e o vereador de Belo Horizonte Arnaldo Godoy.

Fotos: Vinícius Brito


Cultura, Destaques, Política, Sudoeste

Comentário(s)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *