Em protesto pelo Restaurante Popular, estudantes da Uesb vendem prato de comida por R$3

foto 1

Um prato de comida e um suco vendidos a R$3 em plena praça 09 de novembro, centro de Vitória da Conquista. A iniciativa da venda foi organizada por estudantes que compõem a chapa “Que a Universidade se pinte de povo”, concorrente ao Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), com o intuito de chamar a atenção da Prefeitura Municipal para a entrega do Restaurante Popular à população.

Concluído há mais de cinco anos, o início das atividades do Restaurante Popular se arrasta  e ainda aguarda a compra dos equipamentos necessários. Além de demonstrar que é possível oferecer comida a um baixo custo, a ação também levantou a defesa da alimentação saudável, de qualidade, livre de agrotóxicos e com produtos oriundos de pequenos agricultores e áreas de reforma agrária.

foto 2

Em recente nota divulgada para a imprensa, a Prefeitura Municipal informou que ‘o prazo para aquisição de materiais estipulado pelo Ministério do Desenvolvimento Social foi até o dia 30 do mês de outubro’ e que o material ‘estará disponível’ para que seja inaugurada a unidade.


Vitória da Conquista

Comentário(s)