Em greve, bancários de Conquista dividem o ‘bolo’ do reajuste salarial proposto pelos bancos

548430_552909658113655_1396446608_n

Hoje, oitavo dia de greve, por volta das 10h, quem passou em frente à Caixa Econômica Federal agência Centro recebeu dos bancários pirulitos e pedaços de bolo. A intervenção, em tom de brincadeira, foi uma tentativa de mostrar aos clientes que o reajuste salarial oferecido pelas instituições financeiras foi tão abaixo do esperado que serviu apenas para comprar doces.

QUADRO DA GREVE

Ontem, os bancários de todo o Brasil pararam 10.024 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados. Em relação ao primeiro dia, quando 6.145 unidades foram fechadas, este número representa um crescimento de 63,12%.

A mobilização da categoria é crescente. Na base territorial de Vitória da Conquista e região, hoje, 67 agências estão sem funcionamento. Das 45 cidades que compõem a base, apenas em Anagé o atendimento bancário permanece regular.



Economia, Sudoeste, Vitória da Conquista

Comentário(s)


One response to “Em greve, bancários de Conquista dividem o ‘bolo’ do reajuste salarial proposto pelos bancos

Comentários fechados